09/08/2022 10:50 | Utilidade Pública

UTILIDADE PÚBLICA: Alagoas tem 14 casos da varíola dos macacos (Monkeypox) em investigação

Quatro suspeitos já foram descartados e um caso importado do Espírito Santo diagnosticado

Ascom Sesau

Alagoas tem 14 casos suspeitos da varíola dos macacos (Monkeypox) em investigação, conforme atualização desta terça-feira (9/8), divulgada pela Secretaria do Estado da Saúde (Sesau). Até agora, 18 casos suspeitos foram notificados, quatro foram descartados e um caso confirmado de um turista do Espírito Santo (ES), que já retornou ao seu Estado de origem.

Dos quatro casos descartados após exames laboratoriais, um é de Messias, um de Maceió e dois de Rio Largo. Dos 14 casos que permanecem em investigação, oito são de Maceió, um de Rio Largo, um de Ouro Branco, três de Inhapi e um de Penedo. A Sesau aguarda o resultado dos exames de diagnóstico, mas ainda não há data para divulgação, uma vez que são processados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

Para isso, o material biológico é coletado pelo Laboratório Central de Alagoas (Lacen/AL) e encaminhado para a capital carioca. O traslado das amostras é feito por meio de uma transportadora contratada pelo Ministério da Saúde (MS).

Os 14 pacientes classificados como casos suspeitos permanecem sob monitoramento das Vigilâncias Epidemiológicas dos municípios de origem. Conforme informações atualizadas, eles estão em isolamento domiciliar, sem evolução negativa do estado de saúde e, após cumprirem o período de isolamento preconizado, serão liberados. O caso importado do Espírito Santo já foi comunicado pela Sesau às autoridades sanitárias capixabas.